Seja bem vindo. Domingo, 09 de Maio de 2021

Área Restrita:

Informativo:


COVID-19: MAIS DE 14 MIL MONITORAMENTOS DE CASOS

(Prefeitura de Fortaleza em 16/03/2021)

A iniciativa busca bloquear precocemente a disseminação do coronavírus


O Covid Tracker, projeto da Prefeitura de Fortaleza que realiza o monitoramento e rastreamento de contatos de casos suspeitos ou confirmados para a Covid-19, já realizou mais de 14 mil acompanhamentos, entre agosto de 2020 e março de 2021. A iniciativa visa bloquear precocemente a disseminação do coronavírus, encerrando a cadeia de contágio.

A equipe do projeto, composta por aproximadamente 25 profissionais, acompanha a evolução da doença nos casos positivados para a Covid-19 e identifica as pessoas que tiveram contato próximo com esses pacientes. A investigação e o rastreamento ocorrem por meio de ligações telefônicas, que orientam sobre como proceder e alertar para evitar futuras infecções.

A Secretaria da Saúde do Munícipio (SMS) coleta os contatos em diversas esferas da sociedade como servidores municipais, componentes do ambiente escolar e pessoas atendidas nas unidades da Rede Municipal de Saúde.

"O monitoramento e rastreamento, além de consolidar os dados e as informações relativas à incidência de casos de Covid, também contribuiu com as estratégias de prevenção e de controle da doença dentro das escolas. Durante o funcionamento, isso foi fundamental para não deixar cadeia de transmissão se instalaram nas escolas, então nosso agradecimento a toda equipe da SMS, que nos ajudou desde o início, possibilitando a compreender o que era a doença”, afirma Andréa Nogueira Graça, vice-presidente do Sindicato de Educação da Livre Iniciativa do Ceará (Sinepe-CE)

Histórico do Projeto Covid Tracker

A ação teve início em agosto de 2020, contemplando os servidores do município. Diariamente, os profissionais preenchem um cadastro no sistema, indicando a existência de sintomas gripais ou sinalizando um possível contato com casos confirmados. Em setembro, a Prefeitura ampliou o serviço aos alunos e colaboradores de escolas particulares, que tiveram o expediente retomado durante este período. Dois meses depois, em novembro, a ação foi ampliada aos pacientes da Rede Assistencial Municipal. Usuários que procuram postos e UPAs e que obtém um resultado médico de suspeita de Covid-19 também recebem ligações diárias das equipes.

Como saber se sou um possível transmissor?

Conforme o Ministério da Saúde, é um possível contato qualquer pessoa que esteve próximo a um caso confirmado de Covid-19 durante o período de transmissibilidade, que são dois dias antes e 10 dias após a data de início dos sintomas, além de:

- Pessoas que estiveram a menos de um metro de distância, por um período mínimo de 15 minutos, com um caso confirmado;
- Teve contato físico direto com um caso confirmado, a exemplo de abraço ou aperto de mão;
- Profissional da saúde que prestou assistência a caso de Covid-19 sem utilizar equipamentos de proteção individual (EPI), conforme preconizado, ou com EPIs danificados;
- Residente na mesma casa/ambiente (dormitórios, creche, alojamento, dentre outros) de um caso confirmado.


ACESSE AQUI a matéria na íntegra



+Outras Notícias


Copyright ©2011 SINEPE-CE, Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Ceará

Rua Senador Pompeu,1381, Centro
Contato: (85) 4012-0800 | Fax: 4012-0803
Fortaleza · Ceará · Brasil
REFFER